Porto Portal 40 anos Tawny 75cl

139,00

O Portal 40 Anos é um vinho muito raro, sendo a Quinta do Portal uma das poucas casas que ainda engarrafa vinhos com tantos anos de envelhecimento. De facto, são necessárias várias décadas para o vinho adquirir esta bonita cor de ouro com notas de esmeralda e o bouquet muito rico, único e complexo.

Apenas engarrafamos uma quantidade muito limitada cada ano deste vinho exclusivo.

Quinta do Portal é uma casa portuguesa, familiar e independente que abraçou com toda a paixão o conceito de “Boutique Winery”. Dedica-se à produção de vinhos do Douro, Vinhos do Porto de categorias especiais, e ainda Moscatéis e Azeite.

Este projecto materializado no início dos anos 90 do séc. XX, teve como base a Quinta dos Muros, uma propriedade centenária da família Mansilha, e o Vinho do Porto que aí era produzido há já 4 gerações. Com uma visão de futuro, apostou-se desde logo na criação de vinhos do Douro de classe internacional, fazendo parte do primeiro grupo da nova geração de produtores durienses que, em boa hora, acreditaram no potencial dos vinhos tranquilos do Douro.

Ao leme da enologia e produção está o Paulo Coutinho, que acompanha desde 1994. Com o apoio técnico de Pascal Chatonnet nos vinhos do Douro desde 1992, e teve ainda o privilégio de trabalhar com Jeremy Bull nos vinhos do Porto nos anos da viragem do século.

A qualidade foi sempre o lema, como o atestam as inúmeras distinções nacionais e internacionais atribuídos quer aos vinhos e azeites, quer aos vários serviços da Quinta do Portal.

As vinhas da Quinta do Portal estão em processo de Produção Integrada o que obriga a respeitar determinadas normas com a finalidade de garantir a protecção ambiental.
Membros do The Porto Protocol, um movimento cujos valores são a SUSTENTABILIDADE, OPTIMISMO e PARTILHA através de Responsabilidade, Colaboração e Comprometimento. A Missão é promover acção colaborativa ao juntar uma rede de “fazedores” da mudança e soluções exequíveis ao nível do clima para o mundo do vinho, e a Visão é ter um mundo onde as empresas unem esforços e actuam em conjunto para atrasar e alterar as mudanças climáticas.

Nas vinhas, algumas das práticas utilizadas incluem:
> não mobilização do solo da entrelinha;
> incorporação da lenha de poda no solo;
> não utilização de herbicidas residuais;
> débitos de baixo volume na aplicação de fito-fármacos;
> cada vez maior utilização de correctivos orgânicos;
> estratégia de aplicação de produtos fito-sanitários somente quando o nível económico de ataque é atingido;
> plantação de vinhas em sistema de “Vinha ao Alto” até 40% de inclinação do solo, e de 40 a 60% plantação em patamares com uma linha videiras. Deste modo evita-se a utilização de herbicidas nos taludes, sendo que a altura destes também é menor.

Com as práticas descritas consegue-se proteger os organismos auxiliares, nomeadamente da família dos coccinelídeos.
De salientar também o reaparecimento de bandos de perdizes nas vinhas.

Peso 1.4 kg

Start typing and press Enter to search

Carrinho

Nenhum produto no carrinho.