Quanta Terra Grande Reserva Tinto 2017 3L

135,00 

Castas: Touriga Nacional, Sousão e Touriga Franca
Para grandes vinhos grandes pratos.
Um vinho com a complexidade do Grande Reserva nada melhor do que pratos que façam jus à sua dimensão. Não fôssemos de um país gastronómico, sugerimos vivamente cozido à portuguesa, umas migas ou até mesmo um cabrito assado.

1 em stock

Descrição

Tanto Celso Pereira como Jorge Alves poderiam ter como apelido ‘Quanta Terra’, não fossem eles próprios a personificação da marca de vinhos que este ano completa os seus primeiros 20 anos de existência.
Mais do que andar às costas de uma paixão assolada de cada um dos responsáveis, o Quanta Terra começou a dar os seus primeiros passos (e sem o saberem) na longínqua década de 90, onde os dois atores principais se conheceram enquanto colaboravam no Departamento de Enologia nas Caves Transmontanas.
Rapidamente desenvolveram uma cumplicidade profissional que viria a permitir criar uma base sólida para o Quanta Terra que, à data, era apenas uma miragem – ou um esboço num caderno de papel, escolha o leitor a analogia que mais lhe agrada no contexto.
Certo dia acharam que estava na altura de materializar a ideia em algo concreto. Deram as mãos à criação de vinho e lançaram-se pelas calizadas do Cima Corgo e do Douro Superior em demanda de solos e vinhas de eleição. Durante dois anos estudaram castas, enxertos, altitudes e exposições. À medida que iam cortando opções, o rascunho tornava-se mais do que uma ideia.

Por fim, depararam-se com uma decisão: cara ou coroa.
Duas propriedades enchiam-lhes as medidas. Calhou cara… e coroa, já que a Quinta escolhida – Quinta do Tralhão – é a cara deste produtor e a coroa dos incríveis vinhos lá produzidos.

Com uma cota média de 215 m e exposição sudoeste, a Quinta tinha, à data, 30 ha em que 12 ha dos quais eram de vinha com mais de duas décadas. Parecia perfeito. Mas tudo o que é bom tem um preço a pagar. As vinhas encontravam-se num generalizado estado de abandono o que obrigou a uma total reestruturação.

O milénio findava quando, enfim, Celso e Jorge firmaram a sociedade Quanta Terra, Lda.

Visionários, com um projeto de elevado potencial, mas sem meios financeiros para se fazer ao Tralhão, os dois enólogos acertaram-se de intenções e propuseram uma quota a Mário Joaquim, dono da propriedade que pertencia à sua família há várias gerações. Os dados estavam lançados.

Informação adicional

Peso 8 kg